Variedades

Dica de filme: Rope

image

Não tenho um conhecimento muito profundo da obra de Alfred Hitchcock. Assisti no máximo uns seis filmes dele. Mesmo conhecendo pouco, tenho certeza que o título de mestre do suspense é mais que merecido. Hitch manda muitíssimo bem. A dica de hoje é o filme Rope ou Festim Diabólico (título em português), um suspense denso e bem interessante. Diga-se de passagem que o título em português coube perfeitamente.

image

A trama trata de um assassinato sem motivação. Pelo simples prazer de cometer o crime perfeito, Brandon e Philip matam um colega de classe apenas por achá-lo intelectualmente inferior. Para comemorar, organizam uma reunião e convidam a família do rapaz.

image
O alto teor sádico do filme incomoda, mas os diálogos são inteligentes e a trama prende o espectador. Esse é o primeiro filme colorido de Hitchcock e ele todo tem apenas duas cenas. Um suspense claustrofóbico e absolutamente teatral, Rope foi filmado em tomadas longas e por isso possui poucos cortes.
Essa é uma produção minimalista que conta com uma direção poderosa. Assista e comprove!

 

Aproveitando sobras de papel de parede e contact

Acho papel de parede uma lindeza! Por morar em apartamento alugado, ainda não tive oportunidade de colocar na minha casinha. Mas é uma coisa que quero muito, fico babando nas estampas que existem por aí!
Depois de aplicar, se sobrar alguns pedaços dá pra fazer coisas bem legais.
Vou mostrar algumas idéias bem bacanas. Essas fotos não são minhas ok? Eu não tenho a fonte 🙁 , pois estavam salvas no meu hd faz um tempo…
Lembrando que todas as idéias podem ser reproduzidas facilmente usando papel contact.

Olha que graça esses predinhos e casinhas. Um bom estilete e uma boa régua facilitam bastante na hora de recortar formas como essas. Eu achei que ficou demais!
papel de parede predinhos

 

Esse quarto tá uma coisa de fofo! Olha que efeito lindo essas nuvens recortadas com diferentes estampas de papel.
papel de parede nuvens

 

Nessa imagem podemos ver que mesmo pedaços mínimos de papel podem ser utilizados. Simplesmente amei esses quadrinhos, esse mix de estampa ficou super harmonioso.
papel de parede quadros

 

Um banquinho bem sem graça vira uma mesinha descolada com essa idéia. O charme ficou por conta dos pés também revestidos com uma faixinha de papel.

papel de parede bancos

 

Essa é mais uma idéia para um quarto infantil ou uma brinquedoteca. O tronco da árvore e as folhas foram todas feitas com restos de papel. Bem lúdico.

papel de parede

 

Gostaram das idéias? Não é difícil de reproduzir. Se tiver inspiração e um tempinho, do it!

Trilhas Sonoras que amo

Sou uma apaixonada por cinema e uma das coisas que mais me chamam a atenção em um filme é a trilha sonora. Uma boa seleção de músicas em um filme faz toda a diferença. Tenho alguns cds desse gênero que amo muito! Gostaria de mostrar algumas trilhas que me emocionam e me fazem curtir o filme ainda mais!

Moulin Rouge – O amor em vermelho

moulin_rouge_cdEsse é um dos meus filmes preferidos, já falei dele aqui.  A primeira música abre a trilha com David Bowie (amo!) interpretando Nature Boy, maravilhosa!
Gosto muito também de Lady Marmalede com Christina Aguilera, Pink, Mya e Lil Kym. Essa aliás é a música mais conhecida, o videoclip passou muuuuuito na MTV, simplesmente contagiante!
As versões remake interpretadas por Ewan Mcgreggor e Nicole Kidman tem um lugar no meu coração, ficaram demais! Minha amada Your Song do Elton John ficou linda! Adoro Sparkling Diamonds, uma junção de Material Girl da Madonna com Diamonds are a girl best friend, tema de Marilyn Monroe.
Nessa trilha tem ainda  Fatboy Slim, Bono Vox, Massive Atack, Beck e outros. Top demais!

 

Mad Love

mad love - cdEsse é um filme dos anos 90 que eu adoro. É a história do romance de Matt e Casey, interpretados por Chris O’Donnell  e Drew Barrymore. Veja a sinopse aqui. Mas o que eu mais gosto nesse filme é a trilha sonora. Quando assisti fiquei louquinha com a trilha e encomendei o cd. Aliás, era tão legal quando ainda não tinha esse acesso tão fácil a qualquer música que queremos, na época encomendávamos um cd para alguém trazer de fora e quando chegava era tããão bom!
Quem curte rock alternativo dos anos 90 e punk rock vai curtir. A primeira música Slowly, Slowly da banda Magnapop é uma das minhas preferidas!
O legal dessa trilha é que ela tem várias bandas não muito conhecidas e muito boas como 7 Year Bitch, Throneberry, Head Candy, Rocket from the Cript, Madder Rose Fluorescein.
Como em um romance não pode faltar uma baladinha, tem a música As Long as You Hold Me interpretada por Kirsty MacColl . Bem lindinha!
Se quiser ouvir alguns trechos dessa trilha, tem aqui.

Cidade dos Anjos

cidade dos anjos cd

Esse foi um filme que eu gostei bastante e acho a trilha sonora dele tão linda!  A história de amor entre o anjo Seth e a médica Maggie tem uma legião de fãs.
A música If God Will Send His Angels da banda U2 abre perfeitamente essa trilha. Uninvited com Alanis Morissete (amo!) e Iris com Goo Goo Dolls são adoráveis!
Red House com Jimi Hendrix, Further On Up The Road com Eric Clapton e Mama, You Got a Daughter com Jonh Lee Hooker são bons clássicos que no filme a médica Maggie gosta de ouvir enquanto faz suas cirurgias.
Tem algumas músicas instrumentais com Angel Falls, City of Angels e Spreading Wings que foram compostas por Gabriel Yared especialmente para o filme.
Essa trilha sonora é mais calminha e charmosa. Acho ela ótima para um jantar, um momento mais tranquilo sabe?

Cinema e música é uma combinação perfeita né? Existem inúmeras trilhas que gosto muito. Essas são só algumas. Gostaram?

Dica de filme : The Help

the help

Hoje está uma chuvinha por aqui, fiquei com vontade de dar uma dica de filme.
Sou muito chegada em um bom drama e The Help é um filme imperdível. Histórias Cruzadas é o título em português, aliás alguém me explica essas traduções?
A história se passa em Jackson no Mississipi dos anos 60, uma época tensa em relação aos direitos civis dos negros. Nesse tempo as mulheres negras deixavam suas famílias para cuidar das crianças da elite branca. Skeeter, interpretada por Emma Stone, foi uma dessas crianças. Muitos anos depois, logo que se forma na faculdade de jornalismo, ela volta para Jackson e decidi escrever um livro sobre a vida dessas mulheres.

the help 3

Skeeter começa a colher depoimentos das domésticas negras que eram extremamente humilhadas por seus patrões. Aibileen e Minny, interpretadas por Viola Davis e Octavia Spencer, são as que primeiro começam a colaborar com o livro de Skeeter.

the help 2

É impressionante o preconceito que essas mulheres sofriam, e como existiam pessoas horríveis e pequenas que as tratavam tão mal.
Mesmo assim eles tinham um carinho imenso pelas crianças que cuidavam, muito mais do que as próprias mães.

the help 4O figurino e a cenografia são um mimo à parte. Eu adoro o visual dos anos 60, não deixe de reparar nos vestidos e nos penteados, um primor!

Esse filme teve várias indicações ao Oscar, inclusive melhor filme.  

Eu amei esse filme! Recomendo muito! Posso dizer tranquilamente que está entre meus preferidos.

Revestindo móveis com papel

Muitas vezes compramos móveis meio comuns e queremos dar uma repaginada, deixar mais moderno e descolado. Um jeito legal e relativamente simples de fazer isso é usar papel.
Comprei esse armário para guardar brinquedos e queria fazer alguma coisa diferente nele. Pesquisei várias referências em blogs de decoração e vi uma porta com um patchwork de papel que gostei bastante. Resolvi fazer algo parecido nesse móvel.

armario valentinePrimeiro é preciso decidir o tema e o objetivo do móvel. Esse era para o quarto das meninas, mas eu queria algo bem colorido, fugindo do rosa e puxando para uma combinação de cores bem alegres. A Valentine ama amarelo, então essa era uma cor que teria que ter na composição.
Eu sempre fico enlouquecida em lojas de artigos para scrapbook. O papel para scrapbook tem uma boa gramatura (é mais grossinho) e existe uma infinidade de opções lindas. Resolvi utilizar esse tipo de papel. Eu comprei pela internet, aliás é uma pena que eu não me lembre o site que eu comprei esses.
A execução é simples:

– Tire a medida bem certinha do móvel ou superfície que quer revestir.

– De acordo com essas medidas calcule quantos quadrados de papel vai precisar. No caso desse armário foi super tranquilo fazer isso, pois cada porta era do tamanho de uma folha do papel de scrap. Ou seja, foi só dividir a folha em quatro partes. Mas se você quiser pode fazer vários retângulos ou triângulos, é só ir encaixando certinho.

– Retire os puxadores, desparafusando-os.

– Para colar eu usei cola branca, passando com um pincel largo e mais ou menos macio. Não exagere na quantidade de cola para não virar uma lambança. Eu gosto de ir passando a cola em pequenas áreas e ir colando os quadrados.

– Para finalizar antes de colocar os puxadores novamente, eu passei uma camada bem generosa de um spray fixador. Usei o Acrifix da Acrilex, existe o fosco e o brilhante, eu usei o fosco. Esse spray é essencial para a conservação do móvel, ele protege as cores e impermeabiliza. Eu fiz esse armário há uns 3 anos e as cores continuam lindas. Mas um detalhe importante é arejar bem o comôdo na hora de aplicar o spray, o cheiro é bem forte!

– Espere umas 12 horas e recoloque os puxadores.

E já que eu estou falando sobre móveis revestidos com papel, quero mostrar esse rack bem velhinho que eu não tenho coragem de me desfazer. Ele fica na sala com a tv antiga. Revesti com páginas de uma revista em quadrinhos de filmes noir. Eu usei cola branca para colar e o spray brilhante para dar acabamento. Mas as páginas eram meio grossinhas, papel muito fino pode não dar certo.

rack

 

Gostaram? Eu adoro fazer isso! Quando vejo um papel legal já fico pensando onde posso colar!